A culpa (nem sempre) é do DJ: a experiência na pista » DETTONA
Música

Você já se sentiu desconfortável na pista?

Eu já me senti muito à vontade em vários eventos, como também já senti vontade de sair correndo de alguns. É o DJ que comanda a seleção de músicas de uma festa, mas será que esse realmente é o fator decisivo para uma festa ser boa? Certamente é um dos principais, mas devemos considerar que pode ter toda uma sequência de fatores influenciáveis da experiência que se pode tirar dentro de um evento.

null

Alguns exemplos são: Atendimento da casa desde hostess até o dono do espaço, valores cobrados dentro da mesma, tanto pra bebidas quanto para outros serviços como chapelaria, a forma como a produção lida com erros técnicos e se esses erros são reparados, o tamanho da pista e se há espaço nela, a qualidade do som (caixas, subs, equalização), iluminação muito clara ou muito escura, reação do público diante o trabalho ali feito do DJ, se é uma pista que dança muito ou não, a sua identificação com as pessoas que ali estão, segurança do local, limpeza, conforto, se tem um fumódromo bacana e etc.

Cada um sabe da sua experiência aos locais que frequenta sendo essa uma sensação muito pessoal, mas é sempre bom lembrar que há mais de uma perspectiva a ser vista sobre a qualidade do evento que se frequenta, e que nem sempre a culpa é, somente, do DJ.

Por: - 3 semanas atrás

comentários