Bruno Brandão, Author at DETTONA » DETTONA
Music

sss067O coletivo/selo SNTL Sounds (“essential sounds”), de São Paulo, lançou sua mix semanal, a SNTL Sounds Sessions, número 067! Contando com a participação especial da dupla paulistana Yung Braza e a mix do DJ Minizu do coletivo, essa edição apresenta uma mistura de sons que caminham entre o trap e o hip-hop, passando pelo footwork e o R&B.

Leia Mais

Por: - 1 mês atrás
Música

brasstracks-1

Duas coisas necessárias em 2017: a série de vídeos Rhythm Roullete (da publicação/selo de Hip-Hop Mass Appeal) e o som da dupla Brasstracks.

O primeiro é uma série de vídeos onde um beatmaker/artista é convidado a comprar 3 discos (de vinil) para fazer uma faixa a partir dos samples encontrados nesses discos. Tá, até aí parece tudo simples. A parte legal é que o artista tem que estar vendado para “escolher” os discos, que nem sempre apresentam músicas boas e/ou fáceis de serem sampleadas. Ou seja: você (ou)vê a real genialidade dos artistas quando há restrições nas ferramentas que eles podem utilizar para fazer, pelo menos, uma música.

Dentre os artistas/beatmakers que já foram “vítimas” da Rhythm Roullete, se destacam 9th Wonder, Exile, Black Milk, Just Blaze e Oh No. Atualmente, artistas novos e nem tão conhecidos participaram da série, como é o caso da dupla Brasstracks, a segunda coisa necessária pra você em 2017 (confia!).

Formada por Ivan Jackson (metais) e Conor Rayne (bateria), naturais de Nova Iorque, NY, a dupla grava seus próprios instrumentos (de verdade, não só MIDI), o que confere um som mais natural e único, caracterizando a dupla assim que você aperta o play. Esse som distinto fez com que realizassem remixes/collabs com artistas de peso da cena underground, como Mr. Carmack, Masego e Alexander Lewis.

Só de terem produzido a faixa “No Problem”, de Chance The Rapper (vencedor de 3 Grammys), a dupla já ganha status (pelo menos pra mim) de um dos melhores artistas desde 2015 – o feliz ano em que comecei a ouvi-los.

Juntando essas duas coisas – Rhythm Roulette e Brasstracks – temos um dos melhores episódios de “how to” ou “making of” de beats modernos no YouTube. A criatividade com que a dupla aborda os samples encontrados nos 3 vinis impressiona pela simplicidade do loop de vozes, que é complementado pela melodia de piano elétrico, groove da bateria e frases de metais. O resultado, que pode ser conferido aos 6:18 do vídeo abaixo, é um beat completo, feito em (aparentemente) algumas horas, que foge dos beats comuns e mostra um elemento novo a cada vez que se ouve. O mesmo é possível dizer de praticamente todas as faixas do Brasstracks.

Assista: Brasstracks no Rhythm Roulette (abaixo que é mais prático)

Por: - 2 meses atrás
Paak
Música

Por mais que Anderson .Paak seja um dos mais prolíficos artistas dos últimos anos e não tenha recebido um Grammy nas duas categorias que fora indicado (Melhor Novo Artista, Melhor Álbum “Urbano” Contemporâneo), continuo a descobrir coisas interessantes sobre sua música.

Desde que comecei a ouvi-lo de forma mais intensa há alguns meses (um pecado, eu sei, deveria ter começado bem antes), as músicas de seu mais recente álbum, Malibu, vêm me impressionando cada vez mais.

A mais recente foi a faixa “Without You”, onde um beat de 8 barras, com repetição de diversos loops diferentes (porém com melodias semelhantes), já chama a atenção desde o início. A linha de contra-baixo conversa com a bateria – característica dos boom-baps dos anos 90 – formando uma espécie de “edredom sonoro” (não fumei nada não, é isso aí) que serve de apoio para que as frases de piano-elétrico (rhodes) flutuem por cima de tudo.

Tudo está tudo muito bem e muito bom até que a música chega à sua parte final, onde o sample original é apresentado – como um bom beatmaker não-nutella faz. O loop melódico vem de uma das minhas mais novas músicas favoritas da banda australiana Hiatus Kaiyote, que toca um jazz moderno digno de participações de heróis do Hip-Hop (como Q-Tip). Essa faixa, “Molasses”, faz jus à criatividade da banda, onde transita por diferentes ritmos jazzísticos, cadências, swings e andamentos.

Produzida pelo mago do FL Studio, 9th Wonder, “Without You” foi o resultado de uma rara transformação, onde o sample original é tão bom de se ouvir quanto o beat resultante. O favor que 9th faz ao ouvinte, ao mostrar o sample original, é algo incomum no atual mundo dos 808s, recompensando aquele que ouve a música até o final. Só para te jogar na faixa original e começar tudo de novo.

Ouça: Anderson .Paak – “Without You”

Ouça: Hiatus Kaiyote – “Molasses”

Por: - 3 meses atrás