Grandes DJs carregam grandes responsabilidades » DETTONA
Colunas

A ideia que se mantém sobre ser DJ tende a ser superficial, parte porque é uma carreira que lida com música e a outra parte é o fato de estar diretamente ligado a atmosfera de diversão e descontração.

A grande verdade é que existe um buzz estigmatizado sobre o que é ser DJ, parte da culpa vem do glamour mostrado nas redes sociais e do ambiente que se trabalha, contra o pouco que se fala sobre a dedicação que é investida para ser um profissional da área. Por trás do imaginário de que ser DJ é pura diversão, pegação, bebidas e status, há muitas horas de estudo e pesquisa, conhecimento técnico de equipamentos, softwares, teoria e conceito musical, entendimento de público, sensibilidade para ser influenciador de bons momentos e criatividade para conduzir emoções.

Sobre sensibilidade e criatividade, nesses 3 anos de Blackat aprendi sozinha que uma das partes mais importantes é executar um set de maneira que faça sentido para o DJ e para o público, porque é na pista que o profissional cativa quem está, ou não, familiarizado com aquela sonoridade. Trazer algo novo e segurar a atenção da pista é a maior e mais complicada responsabilidade de um DJ, é o famoso “feeling de pista”, isso não tem receita e ninguém ensina, se pretende embarcar nessa aventura anote esta dica!

19575219_1408106229258418_3307118811477929604_o

Ser DJ não é apenas tocar as músicas que você ama para um público. Tocar é resultado de um trabalho bastante complexo feito durante dias e dias. Se entrarmos no quesito de produção musical tem ainda mais trabalho envolvido.

Optar por uma profissão nunca foi escolha fácil, é o divisor de águas de quase todas as pessoas. Ser DJ é profissão. Portanto, se quiser viver de música estude e vamos trocar conhecimento, se seu caminho for outro mais rentável e socialmente aceito, pelo menos respeite os profissionais da área e tenha empatia quando estiver na pista com seu drink.

 

Duda Bernardes, Blackat, DJ residente no coletivo Bandida.

Por: - 3 meses atrás

comentários