A mãe do JAY-Z diz: "SORRIA"! - DETTONA » DETTONA
Colunas Música

30-jay-z-4-44.nocrop.w710.h2147483647

Isto não é um review do novo álbum de JAY-Z, “4:44“, que saiu no último dia 30 de Junho de 2017. É um atestado de que, em mais de 20 anos de carreira e com mais de 100 milhões de discos vendidos, o rapper ainda se mantém como um dos melhores do game pelas mesmas razões que o colocaram entre os melhores: quebrando barreiras e falando sobre o que deve ser falado, de forma inteligente e (in)direta.

Até hoje, um dos motivos pelos quais o rapper é considerado um dos top 5 MCs da história (junto com os debatíveis-para-sempre 2Pac, Notorious B.I.G, Nas e Eminem) foi sua habilidade de não precisar escrever suas letras, simplesmente entrando nas cabines de gravação e soltando as pedradas rimadas ali mesmo, direto da memória. Nas letras de seu novo álbum, JAY-Z (sim, escrito em tudo maiúsculo e com hífen) entra em embate com o estado atual do Hip-Hop, inundado pelo mumble-rap de artistas como Migos e Lil Yatchy, ao passo que explora muitos detalhes – que podem ser até considerados “sensacionalistas” – de sua vida pessoal e de sua família.

Além de explorar os tais assuntos sensíveis já discutidos por tablóides, como seu relacionamento conturbado com Beyoncé e desavenças com Kanye West, JAY-Z trouxe uma convidada especial para a faixa “Smile”: sua mãe, Gloria Carter. Apesar de não ser a primeira vez que ela faz uma participação (a 1a vez foi na música “December 4th”, do álbum “The Black Album”de 2003), a faixa descreve, entre outros assuntos, que a mãe do rapper é homossexual. No lado da produção da track, foram utilizados samples da faixa de nome mais que propício “Love’s In Need Of Love Today”, de Stevie Wonder (essa também ja fora sampleada na “One”, de Busta Rhymes feat. Erykah Badu).

Gloria Carter recita sua letra ao fim da faixa na forma de spoken word – similar ao que o pai do rapper de Chicago Common fez inúmeras vezes com seu pai, Lonnie Lynn – focando na busca pela felicidade, mesmo que à sombra dos padrões impostos pela sociedade.

Vale a pena ouvir a mãe de um dos maiores rappers da atualidade recitando que ela escolheu ser feliz. Estamos em 2017 e tem gente que ainda não conseguiu respeitar a escolha dos outros, ou se preocupar com a própria felicidade. Assim como ela mesma diz, “Ame a quem você quer amar, pois a vida não é garantida”. Smile!

 

Por: - 5 meses atrás

comentários